.para minhas companheiras de viagem. 

As vezes o que a gente precisa é voltar ao centro. Ter alguns momentos de silêncio para observar as coisas como elas são. Os horizontes, as cores do céu que anunciam chuva ou noite que chega, a voz e as palavras de quem passa, frio e calor. A gente precisa, as vezes, apenas ser e estar. Ser parte da paisagem, estar em cena sem roteiro. Passear pela vida sem pressa. Abraçar sem apego, pessoas e momentos. Tudo passa. As vezes o que a gente precisa é de intensidade, no sorriso, na entrega, nas vontades. Deixar que os olhos falem por nós, permitir que o toque valha mais. É preciso olhar ao redor, olhar para os outros, olhar adiante. As vezes precisamos um pouco mais de História e Arte, e que exista apenas um motivo para ser feliz, para assim sermos de fato.

 

Comentários

Comentários