.para alcançar quem somos.

Para alcançar quem somos é preciso olhar para além dos contornos e dos reflexos. Captar as nuances de cada defeito e encontrar as modulações de toda característica. Olhar atento. Para entender o que nos trouxe até aqui: remontar história, decifrar contextos e sonhar alto. Refletir sobre o que há de controverso, e não se deixar amedrontar pelas manchas e vícios. Todos temos. Todos somos. Todos vamos. Mas é preciso chegar fundo, desembaraçar os fios e respirar pra recomeçar. Guardar por alguns instantes todas as máscaras que usamos. Trocá-las por lupas. Olhar pra dentro: as motivações, as certezas, as culpas. Não se deixar enganar por ascendentes em libra, não de deixar levar por luas em sagitário. Somos a junção de tudo. Somos a somatória do que vivemos. Somos o amontoado de sentimentos e pensamentos que nos atingem, de dentro pra fora, de fora pra dentro. Não é matemático. Não se pode simplificar. Somos imensos, complexos, vorazes. Para chegar ao melhor de nós, ver o todo e ao mesmo tempo cada pequeno detalhe. Reconhecer com justiça o que há de bom e não ser conivente com o que há de ordinário. Somos também possibilidades. Movimento. Dança. Nada perfeitos. Para mudar o mundo é preciso primeiro cambiar o que faz bater o coração. Cada estímulo vale para ser maior. Não se pode viver uma vida e continuar igual o tempo inteiro. Fieis a quem queremos ser. Esse misto de razão e poesia tem der ser o impulso constante que nos leva pra frente, para o futuro de quem podemos ser do íntimo para o cosmo. Até a revolução se faz do âmago da alma para o Universo. É tudo energia. Sem receita, sem fórmulas, sem lugar-comum. Não há clichê para o que nos transforma. Somos invariavelmente únicos. E pra ir além é preciso querer.

escrita

Comentários

Comentários