.chorar pitangas. 

Pitangueira deu frutos. Forrou o chão de vermelho alaranjado. Ficou bonito, coloridinho e diferente. Combinou com o dia claro. E imagino: mais combinará com o fim de tarde. O pôr-do-sol avermelhando o céu, como a fruta fez com o chão. Bonito de ver a aproximação das nuances. E o fruto em harmonia com todo o resto. Um recorte sobre a finitude das coisas. Da vida… 

E por isso – pelas boas efemeridades do dia – chorarei pitangas. Apenas pitangas. Uma pitanga para cada lágrima guardada. E estarei salva.

♥️

Arquivo: abril/2011

Comentários

Comentários