.muito pouco ou quase nada.

Todo dia tem história nova. Todo santo dia tem história velha que vai ficando pra trás. Da missa, não se sabe um terço. Não dá mesmo pra saber de tudo. Vai sempre faltar um detalhe. Tem um provérbio que diz que pra perguntar é preciso saber. Mas sobre o quê? Sobre quem? É impossível entender […]

.é preciso amar a ar.

É bom que o amor não tenha explicação. É bom que possamos dar a ele a altura e a largura que queremos. É bom que não saibamos nunca exatamente o que é o amor. Assim podemos oferecê-lo a muitos e de muitas maneiras. É bom que seja eterno, mesmo que acabe. Que sobreviva a falhas […]

.a ferida aberta do medo. 

Quando se ouve falar de um estupro, coletivo ou não, de uma menina, uma jovem ou uma mulher, a nossa ferida fica exposta. Aberta, ela já é. Quando a gente retoma a percepção de que a alma masculina pode ser barbaramente sombria, o nosso corpo inteiro dói. Como se a sensibilidade da nossa ferida se […]

.o esconderijo do ódio.

Toda vez que alguém xinga no trânsito legitima a violência. Sempre que alguém diz querer a morte da presidenta ou do Lula ou dos seus eleitores se reafirma a violência. Quando se chama Umbanda e Candomblé de macumba fundamentaliza-se violência. Cada vez que se passa no farol vermelho, que se fura a fila, que se […]

Durante uma briga, somos mais fortes quando temos a resposta certeira na medida exata da ironia e da agressão ou quando conseguimos calar?