.sexta 13.

Diário

Sexta-feira 13

Os medos que tive foram muitos. Os medo que tenho são maiores. Sempre digo que não gosto de filmes de terror, mas no fundo  acho que gosto. Desses com pouco sangue e muita sombra. Acho que me acostumei aos sustos, aos mistérios, aos fantasmas. Mas não às traiçoeiras facadas ou dolorosas torturas. Já tive medo de quebrar espelhos, de deixar cair facas no chão e de minha alma ir passear enquanto durmo. Já tive medo de monstros e índios enterrados embaixo da minha cama, já tive horrendos sonhos com “Cemitério Maldito” e “O Exorcista”. Hoje, os pesadelos que me assombram, muitas vezes, não o fazem apenas enquanto durmo. Me deixa ofegante e sem pulso o medo dessa vida que engole, dessa morte que é inevitável, dessa ausência de sentido. Me deixa de perna bamba pensar no amanhã e suas todas incertezas, grandes e macabras. Eu tenho também algum grande medo secreto da dor fina de navalha e agulha. Tranco-os a sete chaves. Eu choro pouco de medo. Eu choro pouco. Mas tenho medo de que uma hora dessas meu pulmão deixe de absorver o ar enquanto, de pânico, eu prendo a respiração e a voz. Melhor seria chorar, com aquelas pupilas dilatadas das capas de filmes de horror. Nunca me esquecerei de “A Bruxa de Blair”. Eu tenho medo do fundo do poço, da ausência dos outros e de deixar de ser quem sou. Eu tive medo de bruxas, demônios e dragões, hoje acolho-os dentro de mim. Guardo-os com cautela e afeto, e faço-os dormir com canções de ninar. Alguns me devoram, vez em quando, outros caminham ao meu lado, mais serenos que eu. Pode parecer poesia, mas não. As vezes é o medo quem fala e age por mim. Os medos que tive foram muitos, os medos que agora tenho, maiores.

Comentários

Comentários

2 thoughts on “.sexta 13.

  1. Patty

    Nem sempre consigo parar para ler, mas sempre que passo por aqui me emociono. Também tenho muitos, mas juntos nossos medos ficam menores do que são e é bom também ter medo, nos faz lembrar que somos humanos, que temos sensações e intuição e elas são necessárias para nos proteger, nos mater bem e corajosos, pra agirmos com o coração. Tô aqui se precisar dividir medos.

    • todacolorida

      Todos temos, e o que vale é ter com quem contar. =D

Comments are closed.