.fado.

No horizonte, a gente enxerga céu, amanheceres, crepúsculos, possibilidades. É pra onde se deve caminhar. Passo depois de passo, alguns tropeços, corridas e tentativas de retorno. A gente sempre acaba indo em frente ou, no máximo, estagna, senta no chão e chora. Pra frente é que se anda, e ainda que o olhar esteja no […]