.das banalidades que alimentam o amor.

Pinte as unhas de vermelho. Essa calça azul de novo? Pra que parar agora? Eu gosto. Eu não. Bonita a chuva lá fora. Um sono que dá. Vem pra cama. Não posso ainda. Vou estudar. Já li. Vem agora. Um filme? Quer sorvete? Tenho medo do silêncio. Me abraça. Tô contigo. Não quero ir. Por favor. […]

.autoajuda e a arte de moer cana.

Há uma linha tênue entre o pensamento saudável e a habilidade cruel de remoer mágoas e memórias. Acontece que é possível tirar um detalhe incômodo até dos momentos mais leves e brilhantes da vida. Porque se você reparar bem de perto, e aí depois mais de perto ainda, vai encontrar um micropelo no ovo da […]

.do que nos faz dançar.

É o desejo que move o mundo. Que move as passadas mais largas. Que impulsiona as mãos a alcançar mais alto. O desejo é a arma da conquista. Que desfaz amarras. Que desprende raízes de muito e muito tempo fincadas na terra. É o desejo que sugere a mudança. Que dilacera o medo. Que passa por […]

.12 livros infantis que valem a pena.

Durante os anos de 2013 e 2014, trabalhei como professora de Sala de Leitura, na rede pública municipal. Além de considerar que a Sala de Leitura é essencial para a formação das crianças, tenho certeza que foi essencial para a minha formação como professora. Nestes dois anos, trabalhei com crianças de 7 a 14 anos, e […]

.sobre o que não tem explicação.

Ah vento que me beija… me ajeita as palpitações do peito que descompassa na saudade que nem sei se tem porquê que nem sei de onde vem. Desorganiza o cabelo desliza a pele num arrepio de frio, feito brisa acariciando pelos e poros que esperam pelo afago. Ventania da minha surpresa da ligação além mar […]